Pages

Subscribe:

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Prelúdio - Raul Seixas...

...e quem disse que Jesus ouvia música gospel? Como o Senhor está falando comigo através destas poucas palavras do profeta Raúúúúúúúúúúúlllllll?

domingo, 3 de junho de 2012

God Save the Queen - Sex Pistols

Feliz níver de 60 anos de reinado!!!! Segue a justa homenagem feita pelo Sex Pistols à senhora!!!! DEUS SALVE A RAINHA Deus salve a rainha Seu regime fascista Fez de você um retardado Bomba-H em potencial Deus salve a rainha Ela não é um ser humano Não há futuro Nos sonhos da Inglaterra Não seja dito no que você quer Não seja dito no que você precisa Não há futuro Sem futuro para você Deus salve a rainha Nós queremos dizer isso, cara Nós amamos nossa rainha Deus salve Deus salve a rainha Porque turistas são dinheiro Nossa representante Não é o que ela parece Oh Deus salve história Deus salve sua louca parada Oh senhor Deus tenha piedade Todos os crimes pagos Quando não há futuro Como pode haver pecado Nós somos as flores Na lixeira Nós somos o veneno Em sua máquina humana Nós somos o futuro Seu futuro Deus salve a rainha Nós queremos dizer isso, cara Nós amamos nossa rainha Deus salve Deus salve a rainha Queremos dizer que o homem Não há futuro Na Inglaterra sonhando Sem futuro, sem futuro Sem futuro para você Sem futuro, sem futuro Sem futuro para mim Sem futuro, sem futuro Sem futuro para você sem futuro,sem futuro sem futuro para você

sábado, 14 de abril de 2012

Holy Wars... The Punishment Due - Megadeth



Como eu costumava dizer no Pr. João (<= clique aqui) MELHOR QUE GOSPEL!!!!

Guerras Santas... O Castigo Merecido!!!!!


Irmão matará irmão
Derramando sangue pela terra
Matando em nome da religião
Algo que eu não entendo

Tolos como eu, que cruzam o mar
E chegam à terras estrangeiras
Pergunte ao rebanho, por suas crenças
Vocês matam em nome de Deus?

Um país que é dividido
Certamente não resistirá
Meu passado se apagou, chega de desgraça
Não resta nenhum tolo

O fim está próximo, é evidente
Faz parte do plano mestre
Não olhe agora para Israel
Ela poderia ser sua terra natal

Guerras Santas!

Sobre o meu palanque, enquanto o sábio estadista
Senta no banco do meu julgamento
A batida do martelo, apóia a lei

Em minha saboneteira, um líder
Determinado a mudar o mundo
Aqui em meu púlpito enquanto uma pessoa
Mais santa que você, pode ser o mensageiro de Deus

Faça a guerra ao crime organizado
Ataques sorrateiros, repelem as pedras
Atrás das linhas

Algumas pessoas se arriscam a me dar emprego
Algumas pessoas vivem para me destruir
De um jeito ou de outro eles morrem

Eles mataram minha esposa, e meu filho
Na esperança de me escravizar
Primeiro engano, último engano!
Um juramento de, matar todos os gigantes
Próximo erro... não há mais erros!

[Solo - Mustaine]

Preencha as rachas, com granito judicial
Porque eu não digo isto, não quer dizer
Que eu não esteja pensando nisto
Próxima ação, você sabe
Eles tomarão meus pensamentos

Eu sei o que eu disse
Agora devo gritar de overdose
E a falta de assassinatos por misericórdia
Próxima ação, você sabe
Eles tomarão meus pensamentos

quinta-feira, 29 de março de 2012

Holiday - Scorpions



Este acústido do Scorpions gravado em Lisboa é descaradamente feito para a mulherada, o que faz o show como um todo extremamente agradável a todos os sentidos...

Enjoy!

sexta-feira, 16 de março de 2012

Who do You Want For Love? - Budgie



Budgie foi uma poderosa banda de Hard Rock criada no no País de Gales no final dos anos sessenta (1968), sendo uma das mais injustiçadas no mundo do rock, inclusive por mim, pois parece aquele tipo de banda que só os "iniciados" conhecem, por não ter sido uma banda comercial.

Conheci esta banda através de um grande amigo de adolescência, o Carlos, que - além do Budgie, me apresentou Bob Marley (viagem né? mas não com duplo sentido...), Raul Seixas, o disco Alive II do Kiss (viagem, viagem...) e outras coisinhas mais (musicais).

O problema é que naquela época eu estava numa fase em que era bombardeado por muitas novidades musicais e acabei não dando o devido valor à sonzeira da banda, talvez pelo fato de quê - apesar da sonzeira - as capas dos discos do Budgie sempre terem um "periquito" (Budgie é periquito em inglês, que "nominho" pra uma banda!!!) em "situações diversas". Para mim, capa de disco tinha que ter caveira, bomba explodindo, caras pintadas e não um mascote periquito... Mascote era o Eddie do Iron!

Um de seus maiores sucessos, se não o maior, é a música Breadfan, um arregaço, regravada pelo Metallica. Pena que o vídeo da versão original não está disponível para incorporação aqui no blog, mas clique no nome da música para cair no link do Youtube e veja o que estou falando. Aqui, temos o vídeo de Who do You Want For Love que, além de ter uma boa qualidade de imagem, também nos dá um brevíssimo resumo da história deste power trio.

Outra opção para conhecer mais é clicar aqui e cair no Wikipédia. Melhor ainda será se você entrar no site Poeira Zine de um conhecido meu, Bento Araújo (conheci o Bento quando ele ainda conciliava o trabalho na saudosa loja de discos Nuvem Nove, lá no Itaim Bibi, local de encontro de muita gente boa do mundo do Rock com sua banda cover, que só tocava pedrada dos anos 60 e 70 e as primeiras edições do seu fanzine) e comprar a edição 25, pois ela tem o Budgie como matéria de capa.

Jabá feito, divirta-se!

terça-feira, 6 de março de 2012

Não Deixe o Mar te Engolir - Charlie Brown Jr...



Acabei de ser convidada a participar deste blog... e lembrei desta música e coloquei pra ouvirmos (eu e João Carlos), por tudo que estamos vivendo aqui no RJ, que não deixemos o mar nos engolir!!!


Acabei de ser convidada a participar deste blog... e lembrei desta música e coloquei pra ouvirmos (eu e João Carlos), por tudo que estamos vivendo aqui no RJ que não deixemos o mar nos engolir!!!

segunda-feira, 5 de março de 2012

Pictured Within - Deep Purple with London Symphony Orchestra



Em 1969 o Deep Purple, devido à influência clássica de vários de seus membros mas, mais especificamente do monstro dos teclados Jon Lord, realizou o Concerto for Group and Orchestra, ao vivo, no dia 24 Dezembro de 1969 no Royal Albert Hall de Londres, ao lado da Royal Philharmonic Orchestra, conduzida por Malcolm Arnold.

Creio eu ter esta sido a primeira vez que o mundo do rock e o da música clássica subiram ao palco juntos e mostraram que boa música pode se fundir de forma tão coesa.

A partitura original deste concerto foi perdida, mas uma nova foi feita (dizem que foi recriada mas para mim não é igual) por Marco de Goeij e entre 25 e 26 de setembro de 1999, trinta anos após da atuação inicial, o concerto foi novamente realizado diante de uma plateia ao vivo no Royal Albert Hall.

Não tenho muito o que falar sobre este show. Ele precisa ser visto em DVD com uma caixa de lenços ao lado, pois é maravilhoso.

Assista o vídeo e veja a letra traduzida da música Pictured Within. Como li em um comentário sobre esta música, gostaria que ela fosse tocada em meu velório... (mas sem pressa nenhuma para que isso ocorra...)

Retratados por dentro


Aqui estão amigos...
Aqui estão heróis...
Aqui está o brilho do sol...
Aqui está cinza...
Aqui está a vida...
Aqui o amor mente sangrando...
Memórias tão nebulosas...
E sonhos que me deixaram louco

Aqui está baixo...
Aqui está o paraíso...
Aqui está o brilho das estrelas...
Aqui está a dor...
Aqui estão sorrisos nos olhos, como arco-íris...
Meu pai e minha mãe...
Minhas irmãs e meu irmão...
Retratados por dentro

Onde existem sombras, mal conhecidas pelo luar...
Haverá dragões que eu matei...
E aqui estão olhos brilhantes com um cabelo muito dourado...
Amanhecer e entardecer correndo livre...
E gargalhando na chuva

Aqui está o lar
Aqui está viajando...
Aqui está o trovão...
Aqui está o azul...
E às vezes o céu e pensamentos de maravilhas...
O milagre das crianças...
Um poeta e um peregrino

Amigos e familiares - retratados por dentro
Derrota e vitória - retratados por dentro

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

Black Night - Deep Purple



Não lembro exatamente o ano. Creio que estávamos em 1986, 87, não estou bem certo. O que me lembro é que estávamos em uma semana cultural no colégio Alberto Conte, com várias atividades espalhadas pela escola.

Eu e o Gil andávamos juntos para todo lado e estávamos visitando as classes para ver o que encontrávamos de legal. Foi aí que entramos na sala de um rapaz ruivo, ou melhor, meio albino, que agora não me lembro o nome (o foda é que o nome dele vem e vai de minha memória.... aaahhhhh!!).

A sala dele estava decorada com alguns trecos estranhos, mas minha memória só guardou duas coisas: Uma delas é que haviam folhas de jornal coladas nas paredes e, a outra, estava tocando Black Night do Deep Purple.

Aquilo soou maravilhoso aos meus ouvidos. Era muito pesado, na época ainda era meio bundão e associava o peso a algo que me dava medo. Só sei que adorei, foi maravilhoso este primeiro contato com o Deep Purple...

...ummm, acho que não foi o primeiro contato não, mas foi o que me marcou. Acho que já tinha visto (escondido de meus pais) um filme nacional na Sala Especial (quem lembra?) em que estava rolando uma festa e todos dançavam Highway Star, mas aí é outra história!

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2012

Piece of Mind - Iron Maiden


Piece of Mind foi o primeiro disco de rock que comprei em minha vida. Disco não é a palavra correta, pois só tinha um toca-fitas safado, portanto comprei uma fita cassete.

O foda foi que eu fiz isso totalmente na louca! Minha irmã tinha me dado dinheiro para comprar a fita da trilha sonora de uma novela qualquer e lá foi eu até a Galeria Borba Gato, em Santo Amaro, e fiquei entre a cruz e a espada: Comprar a trilha ou perder as pregas e levar meu primeiro petardo para casa, correndo o risco de tomar um cacete da minha irmã?

Devo ter tomado o tal cacete e deve ter sido traumático, pois não lembro da reação dela...

Cheguei em casa todo pimpão, como se nada tivesse feito, abri o pacotinho e comecei a ouvir esta obra prima do Iron Maiden. Para muitos, é um bom disco do Iron, mas - para mim - é o melhor de todos, por tudo o que experimentei de novas emoções...

Era muito pesado para mim! Era assustador ver a capa do disco com o Eddie todo acorrentado, em uma camisa de força! Foi igual à sensação que tive quando tomei uma garrafa de vinho VINHO (pois até então só tomava aqueles "suquinhos de uva" que meu pai comprava de galão...): A parada travou em minha boca, não descia fácil mas - como uma virgem perdendo o cabação - o vinho desceu e passei a achar tudo o que estava sentindo maravilhoso!

Assim foi com o disco, digo, fita! Levava para todo canto que eu ia, todo orgulhoso em ver a repulsa que a capa gerava nos outros, bem como - e bem pior - a reação das pessoas ao ouvirem aquela maravilha de obra do Iron Maiden.

Abaixo, as músicas contidas neste petardo:

1. "Where Eagles Dare"
- Harris - 6:10
2. "Revelations" - Dickinson - 6:48
3. "Flight of Icarus" - Dickinson, Smith - 3:51
4. "Die With Your Boots On" - Dickinson, Smith, Harris - 5:28
5. "The Trooper" - Harris - 4:15
6. "Still Life" - Murray, Harris - 4:53
7. "Quest for Fire" - Harris - 3:41
8. "Sun and Steel" - Dickinson, Smith - 3:26
9. "To Tame a Land" - Harris - 7:27

Veja um vídeo da turnê "Live After Death"... maravilhoso!


quinta-feira, 16 de fevereiro de 2012

I Love it Loud - Kiss



Serei breve: Esta famigerada banda chamada Kiss é a culpada do fulano aqui gostar de Rock. Imagina um recém-adolescente brega vendo na televisão que este bando de cabeludos pintados como o capeta viriam no Brasil e tocariam aquela música que me deixou apavorado no Estádio dos Bambis!!!!

Eu ficava babando na propaganda da televisão, era louco para arrancar um outdoor de divugação do show e levar para casa, despirocava ao ver o contrabaixo em formato de machado do Gene Simmons, a bateria sobre um tanque de guerra... Peguei minhas moedinhas e fui até um camelô no Largo Treze (!!!), comprei uma camiseta azul royal (!!!) com a capa do disco Love Gun, fui esculachado por praticamente todo mundo em minha família e amigos e... chorei de raiva por não ter podido ir ao show, lógico.

Este é o vídeo oficial da música que fez o caboclinho aqui tremer, I LOVE IT LOUD!

É apenas R'n'R... mas eu gosto!!!


Quando eu abri o meu primeiro blog, Pastor João e a Igreja Invisível, em 28 de Maio de 2009, escrevi o primeiro post chamado "Querida, Cheguei!" sem saber onde eu iria chegar.

No Pastor João eu não me limitava apenas aos assuntos pessoais e espirituais. Postava também tudo o que me dava na telha, indo desde matérias de jornal, vídeos de rock, mensagens de terceiros até piadinhas daquelas que recebemos por email.

Recentemente, porém, percebi que havia perdido o foco, assim como aconteceu com o Wendel (inclusive conversamos sobre isso), então resolvi passar o pente fino no blog e me surpreendi com a quantidade de postagens de "terceiros", quero dizer, de pessoas ou assuntos aos quais eu apenas "copiei e colei": foram mais de 150!

Num "ato de coragem e fé" (fé é a certeza de fatos que não se vêem, então "acreditei sem ter certeza", kkkkk), apaguei tudo aquilo, mesmo aquelas que eram super legais por algum motivo, tipo vários comentários engraçados ou coisa do gênero, mas confesso que doeu no meu coração.

Hoje resolvi cumprir a promessa e abri este blog antes que a poeira baixasse. Ele será voltado para o Rock and Roll em praticamente todas as suas vertentes. Não sei se terei cacife para fazer um trabalho de qualidade, mas - aos poucos - vou me encontrar.

Parafraseando meu primeiro post de 2009, "não sei bem onde vou chegar com este blog". Acho que vou dar meus pitacos sobre discos, bandas, divulgar shows, promover trocas, sei lá, tipo um sebo virtual, o que daria um bom nome para o blog!!!

Espero que gostem e me ajudem a desenvolver a idéia. Sei que pode parecer bobo, sei que é apenas Rock and Roll, mas eu gosto!!!